Câimbras: veja como evitar!

Câimbras: veja como evitar!

Quem nunca sentiu uma câimbra? o que você faz quando acontece essa situação de dor súbita e insidiosa no seu dia a dia? pode ser algo grave? o que fazer para evitar ou diminuir as câimbras?

A câimbra é um espasmo ou contração muscular súbita e dolorosa que pode ter duração de segundos à minutos. Nossos grupos musculares esqueléticos, que controlamos com nossa vontade, em algumas situações (stress, fadiga, diminuição de nutrientes e minerais) podem gerar contrações involuntárias, as quais chamamos de espasmos. No entanto, quando estes espasmos acontecem de forma mais acentuada, gera uma grande contração e dor, chamada de câimbras.

Os locais mais comuns onde elas acontecem são: Panturrilhas (batata da perna), partes posteriores e anteriores das coxas, pescoço e abdômen.

Muitas são as pessoas que procuram os serviços de saúde com quadros de câimbras frequentes, 2 ou até 3 vezes por semana, e voltam sem respostas sobre seu quadro. Como não é algo aparentemente grave, salve exceção o caso de espasmo tetânicos, os profissionais da área da saúde acabam, muitas vezes fazendo nada.

Porém, as câimbras podem e devem orientar para possíveis problemas que podem estar ainda por se apresentarem mais graves na pessoa que está sentindo estes sintomas com grande frequência.

Veja alguns casos em que as câimbras podem surgir:

Exercícios físicos excessivos: grandes perdas de líquido e acúmulo de ácido láctico da respiração anaeróbica muscular.

Longos períodos de inatividade: longos períodos sentados ou em pé.

Desidratação: redução da circulação muscular também somada ao sedentarismo de muitos idosos, comum após os 50 anos.

Uso de alguns medicamentos: Diuréticos, Nifedipina, Salbutamol e outros que baixam colesterol.

Alterações metabólicas: Hipoglicemia, Hipotireoidismo e alcoolismo.

Anemia e deficiências do complexo B:

Alterações estruturais: pé chato, gera uma hiperextensão da panturrilha e frequentes espasmos.

Os casos mais comuns são as câimbras por exercícios físicos exagerados os quadros noturnas em pessoas com mais de 50 anos, associam diversos fatores, aqueles antes falados, ao sedentarismo. No entanto, também existem os fatores familiares de causas ainda desconhecidas.

Há relatos, e um consenso comum, de que alimentos como a banana reduz os quadros de câimbras. Isso se deve ao fato de que esta fruta é muito rica em carboidrato (energia imediata), água e potássio. Porém, essa contribuição da banana contra a câimbra decorre mais da energia e da água, proporcionando limpeza do ácido láctico muscular, e portanto só funciona bem em casos de câimbras por exercícios, não sendo muito útil nos outros casos.

Quando o quadro de câimbra se instala a melhor atitude é fazer um movimento contrário ao da contração até que a dor e o espasmo desapareça. Em seguida pode ser feito uma massagem leve e compressa quente no sentido de melhorar a circulação.

Agora, se você quer diminuir ou evitar os quadros de câimbras, há algumas atitudes e orientações que devem ser seguidas, veja:

Longa sessão de alongamentos antes e após exercícios.

– Se hidratar bem antes após atividades físicas.

– Evitar exercícios em temperaturas elevadas.

– Manter uma atividade física regular.

– Alongamento antes de dormir para pessoas com mais de 50 anos.

– ingerir alimentos ricos em cálcio e magnésio: leite desnatado, iogurte integral, grão de soja, arroz integral etc.

– Há alguns medicamentos: vitamina E, complexo b e verapamil, mas que só devem ser tomados sobe orientação médica.

Não se esqueça que sua saúde depende das suas atitudes, compartilhe essas informações e ajude pessoas à viverem melhor.